Hospital

hospital / noticias / noticia

ABHU faz processo seletivo para residentes em diferentes especialidades

Publicado 19/12/2017 ás 16h23


A ABHU (Associação Beneficente Hospital Unimar) realizou no início do mês o processo seletivo para o programa de residência médica 2018. A avaliação envolveu 117 participantes de várias partes do país. O coordenador do Coreme (Comissão de Residência Médica) do HBU (Hospital Beneficente Unimar), Gilmar Felisberto Júnior, destacou que a avaliação é feita em duas fases. A primeira foi uma prova objetiva e a segunda consistiu em teste prático e entrevista.

Segundo ele, o perfil dos participantes atendeu ao chamamento, que exigiu o cumprimento das diretrizes do SUS (Serviço Único de Saúde). “Os candidatos precisam preencher os requisitos previstos nos protocolos do Ministério da Saúde. O público-alvo é o programa do SUS, mas alguns acabam seguindo para a medicina suplementar”, explicou.

Júnior explicou ainda que houve um aumento de 20% no número de participantes, em relação ao processo seletivo anterior. “Nós tivemos uma grande procura, não só da nossa região como também de outros estados e isso é muito importante. Isso significa o reconhecimento da qualidade de nosso programa de residência”, ressaltou. O coordenador explicou ainda que todos os programas oferecidos atendem aos requisitos do MEC (Ministério da Educação), tanto em relação as avaliações teóricas quanto aos testes práticos.

Ao todo os candidatos participaram do processo seletivo para 12 especialidades: clínica médica, clínica geral, pediatria, ginecologia e obstetrícia, anestesia, ortopedia, radiologia, medicina da família comunitária, cirurgia geral, cirurgia do aparelho digestivo, cardiologia e neonatologia. A medicina intensiva também estava no programa, mas não houve interessados e por isso deve ser aberto um novo edital. O resultado das avaliações está disponível no site da ABHU, no endereço eletrônico www.abhu.com.br. Os candidatos aprovados devem fazer a matricula na semana que vem, sendo que a residência começa em 1º de março.

DEPOIMENTOS / Para o médico cubano Yordanis Cruz Matos, 34 anos, formado há oito anos e oriundo de Holguin (Cuba) o processo seletivo foi de alto nível. Residente no Brasil há quatro anos, estando morando em Bauru, onde atua no programa “Mais Médicos”, Matos explicou que se preparou ao longo do ano e escolheu a residência da ABHU após ler depoimentos de colegas que fizeram o procedimento em Marília. “Eu me preparei para essa prova e senti que ela foi altamente qualificada, mas dentro do perfil dos candidatos. Minha expectativa agora é com relação a prova prática, que pode exigir muito da gente”, destacou.

Mislene Machado fez o processo para residência em saúde da família. Mariliense, ela explicou que a prova foi bastante difícil, mas considerou que se saiu bem. “Eu terminei a faculdade e já me habilitei para a residência. O conteúdo da seleção atendeu ao programa do que aprendemos no curso. O problema é que a gente se cobra muito e esse nervosismo pode atrapalhar um pouco”, disse.

Max Alves Rocha, 40 anos, quer atuar na área de ortopedia. Nascido em Guarulhos (SP) e residente em Xique Xique (BA), Rocha destacou que estava bastante nervoso e esse é o único fator que poderia atrapalhar seu desempenho. “Eu terminei o curso na Unimar e o conteúdo que caiu na prova é todo aquele que aprendemos ao longo do curso. Então não deveria ter novidade. Mas o nosso nervosismo pode prejudicar um pouco nosso desempenho”, disse.


Curta / Siga-nos / Assine
  • Coipe esse link para o seu leitor de RSS

Rua: Dr. Próspero Cecílio Coimbra, 80 - Jardim São Gabriel (Cidade Universitária) - Marília - SP, CEP: 17525-160 - mais informações sobre localização

Fone: (14) 2105-4500