Hospital

hospital / noticias / noticia

Médicos aprendem nova técnica de cirurgia de hemorroidas

Publicado 03/08/2017 ás 18h02


Os cirurgiões do HBU (Hospital Beneficente Unimar), doutor Marcos Pagani Júnior e doutor Samuel Gregorio participaram de um treinamento e aperfeiçoamento em uma nova técnica operatória que permite melhores resultados no tratamento de hemorroidas. O novo procedimento permite tratar a hemorroida com pouca ou nenhuma dor e preservando o máximo de tecido hemorroidário, importantes na sensação anal e continência fecal. Os cirurgiões participaram de procedimentos realizados pelo professor doutor Carlos Mateus Rotta, referência nacional nesta técnica, o qual, generosamente, compartilhou sua experiência pessoal e aperfeiçoamento da técnica desenvolvida por Ratto et al em Roma, Itália.

A desarterialização hemorroidária transanal guiada por doppler é uma técnica criada em 1995 e aperfeiçoada ao longo dos últimos anos. A técnica consiste na introdução de um pequeno aparelho de doppler (ultrassom) no ânus para identificação das artérias hemorroidárias. Por meio de uma pequena agulha essas artérias são suturadas de modo a reduzir o fluxo de sangue que chega nas regiões onde existem as hemorroidas. Chegando menos sangue, a pressão dentro das hemorroidas diminui, fazendo com elas “sequem”. A técnica não tem cortes e corrige também o prolapso (exteriorização) hemorroidário.

O pós-operatório é menos doloroso que nas técnicas com cortes e há baixo índice de recidivas (retorno) das hemorroidas. O tempo de recuperação é mais curto e o paciente consegue voltar às atividades normais em dois a três dias. Este procedimento é relativamente novo, porém, a tendência é que se transforme no método de eleição no tratamento das hemorroidas.

O HBU, mais uma vez acompanhando a evolução da ciência médica já está preparando sua equipe para que tais procedimentos se tornem mais uma solução para os pacientes que procuram a instituição.

O QUE É/ Hemorroidas são veias dilatadas e inflamadas no ânus e reto, que podem causar dor, coceira e sangramento anal. A hemorroida pode ser interna, quando ela fica escondida dentro do reto, ou externa, quando ela é facilmente identificada ao redor do ânus. O tratamento depende de diversos fatores, podendo ser desde simples pomadas até cirurgia.

O que aflige e até desencoraja a maioria dos pacientes, portadores de doença hemorroidária, a procurar tratamento especializado é a dor pós-operatória. Por este motivo existe um grande empenho e investimento por parte dos cirurgiões e da indústria no desenvolvimento de novas técnicas e tecnologias que permitam o mesmo resultado da cirurgia convencional com mínima ou nenhuma dor.


Curta / Siga-nos / Assine
  • Coipe esse link para o seu leitor de RSS

Rua: Dr. Próspero Cecílio Coimbra, 80 - Jardim São Gabriel (Cidade Universitária) - Marília - SP, CEP: 17525-160 - mais informações sobre localização

Fone: (14) 2105-4500