Hospital

hospital / noticias / noticia

Hospital Beneficiente Unimar adota prática do Teste da Linguinha

Publicado 27/05/2015 ás 10h52


O HBU já é o primeiro hospital de Marília a oferecer o exame

Por Lucas Esteves


O Hospital Beneficente Unimar (HBU) já está oferecendo o Teste a Linguinha. O exame, que se tornou obrigatório com a sanção da Lei nº 13.002, de junho de 2014, pela presidenta Dilma Rousseff, já está sendo oferecido para os recém-nascidos no HBU. O Teste da Linguinha tem como objetivo identificar qualquer problema anatômico no frênulo da língua do bebê. “É um teste que não dói e tem o objetivo de avaliar a questão anatômica da língua desses bebê após o nascimento porque isso vai influenciar na amamentação, na alimentação e também na fala desse bebê enquanto criança e depois adulto”, explicou o Doutor Leonardo Marques, cirurgião dentista e coordenador do Centro de Medicina Bucal e Odontologia Hospitalar do HBU. Além disso, é possível evitar também o desmame precoce da criança e perdas de peso decorrentes da dificuldade de alimentação.

A divulgação do teste é importante devido à obrigatoriedade imposta por lei. Segundo o texto da lei do Teste da Linguinha, de autoria de Onofre Santo Agostini, as mães precisam pedir aos pediatras por indicação de maternidades ou hospitais que estejam preparados para a realização do teste.

O teste é indolor e pode ser feito após 48 horas do nascimento do paciente. A avaliação deve ser feita preferencialmente por um cirurgião dentista ou fonoaudiólogo. Sobre os benefícios do teste, Marques explica que “uma vez identificado algum problema, o paciente já passaria por uma cirurgia enquanto bebê, o que facilita a cicatrização e evita problemas no desenvolvimento da criança”. 

O exame é feito utilizando um programa de computador e capturando imagens da boca do paciente. Depois, usando como parâmetro um protocolo de avaliação do frênulo desenvolvido pela fonoaudióloga Roberta Lopes de Castro Martinelli na Faculdade de Odontologia de Bauru da USP, é possível avaliar se há a necessidade de intervenção cirúrgica. “São avaliados critérios clínico-anatômicos como o tamanho da boca do bebê, a profundidade, a localização do freio e a própria alteração clínica dele”, explica o Dr. Leonardo Marques.

As gestantes que queiram se informar sobre o exame ou tenham interesse em realizá-lo nos seus filhos podem procurar o Hospital Beneficente Unimar para mais informações.


Curta / Siga-nos / Assine
  • Coipe esse link para o seu leitor de RSS

Rua: Dr. Próspero Cecílio Coimbra, 80 - Jardim São Gabriel (Cidade Universitária) - Marília - SP, CEP: 17525-160 - mais informações sobre localização

Fone: (14) 2105-4500