Hospital

hospital / noticias / noticia

Hospital ABHU define novo grupo para a Cipa

Publicado 24/06/2014 ás 17h09


Um novo grupo foi formado para fazer parte da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), na Associação Beneficente Hospital Universitário (ABHU) de Marília, que reformulou por completo o grupo até então em atividade. “Somente quatro pessoas foram mantidas”, disse o diretor administrativo do hospital de ensino de Marília, Rodrigo Paiola, que participará em breve da cerimônia de posse dos novos integrantes da comissão que estarão atuando nos próximos 12 meses. “A posse está marcada para o dia 17 de julho”, anunciou o diretor mariliense que ao lado dos demais dirigentes do hospital empossará os 12 novos integrantes dos 16 que formam a Cipa.

De acordo com Anderson Samuel Hilário de Moraes, técnico de segurança no trabalho da ABHU de Marília, a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador. “O grupo da Cipa tem reuniões ordinárias mensais, de acordo com o calendário preestabelecido”, comentou o especialista. “As reuniões ordinárias da comissão serão realizadas durante o expediente normal do hospital, com produção de atas assinadas pelos presentes com encaminhamento de cópias para todos os integrantes”, explicou Anderson Samuel Hilário de Moraes.

Serão empossados como titulares: Marcos Roberto Batista, Terezinha de Jesus Rosa, Ronaldo Maciel Leite, Jeneefer Lúcia dos Santos Felipe; Suplentes: José Maria Silvério, Maurílio Mendes da Silva Júnior, Nilza Maria de Oliveira e Ana Paula da Luz Fagundes. Como designados estão: Aline Marzola de Rezende, Paloma Fernandes, José Ricardo H Precioso, Eli Pedro Moreira, Eder Carlos de Alcantara, Ana Cristina Pollon, Carlos Henrique Cirino da Silva e Elaine Cristina Gaioto Ernandes. Esse grupo terá como atividade: Divulgar aos trabalhadores informações relativas à segurança e saúde no trabalhado; Divulgar e promover o cumprimento das normas regulamentadoras; Colaborar no desenvolvimento e implementação do PCMSO e PPRA; Promover anualmente em conjunto com o SESMT, se houver, a semana interna de prevenção do trabalho – SIPAT.

Hoje a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes é obrigatória nos locais de trabalho seja qual for o tipo de negócio, com ou sem fins lucrativos, filantrópica, educativa e empresas públicas, desde que tenham o mínimo legal de empregados regidos pela CLT. E está presente em diversos países como Estados Unidos, França, Brasil, na Itália na qual se possui duas Comissões de acidentes para cada organização e no Japão no qual se possui três tipos de comissão de acidentes para cada organização. No Brasil a Cipa é regulamentada pela Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) nos artigos 162 á 165 e pela Norma Regulamentadora 5 (NR-5), contida na portaria 3.214 de 08 de Junho de 1978, baixada pelo Ministério do trabalho. Cabe ao Ministério do Trabalho, através das Delegacias Regionais do Trabalho (DRTS), fiscalizar a organização das Cipas. A quem não cumprir a lei será atuada por infração ao disposto no artigo 163 da CLT, sujeita-se a multa prévia.


Curta / Siga-nos / Assine
  • Coipe esse link para o seu leitor de RSS

Rua: Dr. Próspero Cecílio Coimbra, 80 - Jardim São Gabriel (Cidade Universitária) - Marília - SP, CEP: 17525-160 - mais informações sobre localização

Fone: (14) 2105-4500