Hospital

hospital / noticias / noticia

Hospital ABHU comemora data com apresentação

Publicado 15/03/2014 ás 15h00


Colaboradores e parceiros da Associação Beneficente Hospital Universitário (ABHU) de Marília, participarão no próximo dia 30, quinta-feira, as 15 horas, de uma apresentação sobre “Não Violência”, em comemoração ao Dia Internacional da Não Violência e da Paz, comemorado em diversos países, em homenagem ao líder religioso hinduísta Mahatma Ghandi. A data foi escolhida por ter sido neste dia em que o líder foi assassinado por um fundamentalista hindu, em 1948. “Num ambiente hospitalar, tem tudo a ver conosco o tema, pois todas as pessoas que nós atendemos esperam um acolhimento harmonioso, receptivo e extremamente seguro”, disse a superintendente da ABHU de Marília, Márcia Mesquita Serva Reis, ao considerar importante o destaque do dia.

O tema será abordado pela advogada Glória Regina Dall Evedove. “A Não-Violência é um termo que se refere a uma série de conceitos sobre moralidade, poder e conflitos que rejeitam completamente o uso da violência nos esforços para a conquista de objetivos sociais e políticos”, disse a psicóloga, Elaine C. de S. Cordeiro, que faz parte do Departamento de Recursos Humanos da ABHU de Marília. “Geralmente o termo é usado como sinônimo de pacifismo”, frisou ao explicar que a partir do meio do século 20 passou a ser aplicado também a confrontos sociais que não usem violência, bem como movimentos políticos e filosóficos que tenham aderido aos mesmos conceitos. “Sem dúvidas se trata de um tema amplo e profundo capaz de muitas reflexões”, disse a psicóloga.

O encontro será realizado no Bloco 9 da Universidade de Marília (Unimar), no 5º andar, onde será possível recepcionar um grande número de participantes. “Numa empresa, em nossas casas, na escola e principalmente num hospital, a violência em qualquer lugar nunca gera algo bom e proveitoso”, disse a psicóloga da ABHU de Marília, que considera importante a apresentação em todos os níveis. “É preciso que haja momento e lugar certos para se discutir determinados assuntos, bem como nunca ser indelicado em ficar interrompendo o interlocutor enquanto ele fala”, disse. “É preciso que haja paciência e que se observe a reação das pessoas através da linguagem corporal para se evitar um conflito”, ensinou a especialista. “Escutar com interesse, sem que haja sermões, ajuda muito numa conversa”, comentou a profissional ao apontar dicas importantes para se evitar qualquer discussão gratuita. “E evite sempre o “achismo”, pois isso pode levar a uma situação constrangedora”, opinou. “Não tome decisões a partir do que você acha ou daquilo que você imagina”, falou “É preciso ter certeza quando se toma uma decisão, ou falar algo”, completou ao apontar a ofensa como o primeiro passo para uma discussão certa. “Ninguém gosta de ser ofendido, e sempre vai querer revidar ou justificar”, afirmou Elaine C. de S. Cordeiro.


Curta / Siga-nos / Assine
  • Coipe esse link para o seu leitor de RSS

Rua: Dr. Próspero Cecílio Coimbra, 80 - Jardim São Gabriel (Cidade Universitária) - Marília - SP, CEP: 17525-160 - mais informações sobre localização

Fone: (14) 2105-4500