Hospital

hospital / noticias / noticia

Hospital ABHU promove campanha interna

Publicado 13/11/2013 ás 09h40


Os 468 funcionários da Associação Beneficente Hospital Universitário (ABHU) da cidade de Marília participarão de campanha interna de controle a tuberculose, organizada pelo Serviço Especializado de Saúde e Medicina do Trabalho (Sesmt) e da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), diante da proposta feita pela Secretaria Municipal da Saúde e Vigilância Epidemiológica. “Vamos participar da campanha por ser importante zelar pela saúde dos nossos funcionários em todos os níveis”, disse a superintendente do hospital mariliense, Márcia Mesquita Serva Reis, ao tomar conhecimento da campanha que envolverá os funcionários da ABHU.

O coordenador de enfermagem da Associação Beneficente Hospital Universitário, Luiz Fernando Fregatto, será o responsável pelo desenvolvimento da campanha que envolverá principalmente os 230 enfermeiros existentes da ABHU. “Vamos começar a campanha interna no período de 11 a 14 de novembro”, disse o enfermeiro que está no hospital desde 2007 e que a partir de 2010 assumiu a coordenação de enfermagem. “Trata-se de uma doença que se transmite pelo ar de pessoa a pessoa”, disse o coordenador. “O doente com tuberculose ao tossir, falar ou espirrar expele as bactérias que podem ser aspiradas por outras pessoas”, explicou. “Ela ataca principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer em outras partes do corpo, como ossos, rins e meninges”, disse o dirigente ao apontar como sintomas: tosse por mais de três semanas, falta de apetite, perda de peso, cansaço, dor no peito e suor noturno.

Os funcionários da ABHU passarão por uma entrevista quando serão analisados alguns comportamentos. “A tosse é o principal sinal”, falou ao lembrar que o tratamento deve ser feito por um período mínimo de seis meses, diariamente e sem nenhuma interrupção. “A tuberculose tem cura”, afirmou. “O tratamento só termina quando o médico confirmar a cura total do paciente”, disse Luiz Fernando Fregatto que ressalta o trabalho preventivo a ser realizado com a vacina BCG, obrigatória para menores de um ano. “O sol e a ventilação podem diminuir o risco da transmissão”, comentou ao acrescentar que uma vez detectada a doença, toda a família da pessoa doente e aquelas com quem ela tem um contato mais próximo precisam ser examinadas.

Cartazes explicativos, folders e prospectos serão distribuídos aos funcionários e estarão em locais de grande concentração de pessoas. “O foco principal são os funcionários, mas nada impede de que qualquer pessoa que esteja no hospital, e tenha interesse de ser avaliado, que participe da campanha”, comentou o enfermeiro Luiz Fernando Fragatto. “O importante é que possamos controlar a doença em todos os sentidos, e se possível prevenir qualquer possibilidade da doença estar entre nós”, comentou o coordenador de enfermagem ao lembrar que mais de 15 mil pessoas adoecem de tuberculose por ano.



Curta / Siga-nos / Assine
  • Coipe esse link para o seu leitor de RSS

Rua: Dr. Próspero Cecílio Coimbra, 80 - Jardim São Gabriel (Cidade Universitária) - Marília - SP, CEP: 17525-160 - mais informações sobre localização

Fone: (14) 2105-4500