Hospital

hospital / noticias / noticia

ABHU incorpora interações medicamentosas em sistema de prescrição eletrônica.

Publicado 19/09/2011 ás 11h04


Médicos e farmacêuticos passam a ter uma enorme referência. O paciente, a segurança de um tratamento eficiente.

A prescrição eletrônica na  ABHU (Associação Beneficente Hospital Universitário) começou na unidade de UTI Neonatal como um projeto piloto em 2010 com a pretensão de eliminar dúvidas relacionadas a interpretação da prescrição escrita causados por problemas com rasuras. Fomos buscar casos de sucesso em outros hospitais como Albert Einstein em São Paulo capital e o HC de Ribeirão Preto, que utilizam prescrição eletrônica em suas unidades com ótimos resultados. De la pra cá inúmeras melhorias foram feitas para atender os diversos fatores de uma prescrição, criando facilidades para os usuários que a utilizam. O sistema de prescrição é de desenvolvimento próprio, o que garante o constante aperfeiçoamento tecnológico que cominou na implantação do sistema de interações medicamentosas.

Exemplo: como são demonstradas a interações entre os fármacos na prescrição eletrônica

Interações Medicamentosas

O que são interações medicamentosas?

“Interação medicamentosa é um evento clínico em que os efeitos de um fármacosão alterados pela presença de outro fármaco, alimento, bebida ou algum agentequímico ambiental. Constitui causa comum de efeitos adversos”.

Quando dois medicamentos são administrados, concomitantemente, a um paciente, eles podem agir de forma independente ou interagirem entre si, com aumento ou diminuição de efeito terapêutico.

São mais de 35.000 (35 mil) interações medicamentosas conseguidas em parceria com a Brasilfarma inseridas em nosso sistema de prescrição eletrônica com atualizações periódicas seguindo padrões ATC (Classificação Anatômico Terapêutica e Química, do inglês: Anatomical Therapeutic Chemical Classification) e DCB (Denominação Comum Brasileira) referenciada pela OMS (Organização Mundial de Saúde), garantindo assim os padrões mais atuais que são utilizados para classificação de medicamentos.

Quais podem ser os problemas relacionados às interações medicamentosas?

  • Diminuição do nível plasmático, que leva a ineficácia do medicamento
  • Reações adversas, geralmente, relacionadas a toxicidade dos fármacos
  • Agravamento do quadro clínico do paciente
  • Dificuldades no diagnóstico e desequilíbrio de pacientes crônicos estabilizados

 

Para que devemos conhecer as interações medicamentosas?

“Muitos pacientes requerem uma terapia com várias drogas, frequentemente sob a supervisão de vários médicos, isto aumenta o risco de interações medicamentosas adversas importantes”.

Enquanto o médico prescreve medicamentos na prescrição eletrônica ele é alertado  sobre a interação que o fármaco do medicamento pode ter em relação aos outros fármacos dos medicamento já incluídos na prescrição, auxiliando assim na tomada de decisão. O Farmacêutico ainda verifica a prescrição e as interações antes de atender a prescrição.Com isso o sistema traz uma segurança a mais para o paciente garantindo um tratamento eficiente que resulta em uma permanência menor no hospital.

O objetivo do sistema de interações na prescrição eletrônica é contribuir para fundamentar a tomada de decisões na prática clínica dos profissionais buscando otimizar benefícios e minimizar riscos e custos.


Curta / Siga-nos / Assine
  • Coipe esse link para o seu leitor de RSS

Rua: Dr. Próspero Cecílio Coimbra, 80 - Jardim São Gabriel (Cidade Universitária) - Marília - SP, CEP: 17525-160 - mais informações sobre localização

Fone: (14) 2105-4500